Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Semana Pastoral Marista 2015 - Carta às Famílias e Educadores

Imagem
Salvador, 27 de fevereiro de 2015,
Prezadas Famílias, Educadores e Educadoras do Colégio Marista Patamares,

Celebrar significa “tornar célebre”. Implica um romper a possível frequência linear (às vezes sem sabor) de nosso cotidiano e tomar a decisão de sair da rotina por um bom motivo. Quando celebramos, colocamos em evidência algo que consideramos essencial, relevante, especial. Que não pode ser confundido com “mesmice”. Enfim, digno de ser festejado.
Em nosso universo um destes momentos especiais é a Semana Pastoral Marista. Nela, temos a oportunidade de retomar aquilo que nos identifica, impulsiona e dá sentido. Acontecerá na semana que vem:
Semana Pastoral Marista  Período: De 2 a 6 de março de 2015  Tema: “Maristas, rumo a um novo começo”  Lema: “Ao encontro dos jovens Montagnes de hoje”
Em 2015, três são os elementos que tomam relevância:
1. Evidenciar nossa identidade marista: Relembrar que existimos para educar e evangelizar, integrando Fé e Vida, encarnando a mensagem evan…

CF 2015: O serviço é o laço que vincula e possibilita a vivência em sociedade

Imagem
Nesta semana encontrei uma vizinha que mora no mesmo prédio que eu, no elevador. Já a havia visto inúmeras vezes nas idas e vindas, subidas e descidas deste populoso condomínio cheio de prédios de 17 andares. Pelo menos é o que diz o painel do elevador, já que nunca parei pra contar. “Bom dia” e suas variáveis diuturnas tinham sido as máximas palavras trocadas com aquela simpática senhora de cabelo curto e pouca mobilidade, provavelmente pelo sobrepeso. Lá embaixo a aguardava um táxi. Na saída do elevador, duas bolsas mais volumosas que pesadas, começaram a ser carregadas por ela de uma forma claudicante. Perguntei se poderia ajudá-la. Um sorriso de consentimento e lá estou eu em menos de 2 minutos ajudando o taxista a acomodá-las no porta-malas do carro e escutando da simpática senhora:
“- Meu filho, muito obrigada. Sempre senti que você era uma pessoa boa. Vejo como você é dedicado a sua família, apesar de sempre discreto e tímido nos cumprimentos. Não sei como lhe agradecer sua ime…