Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Dilma e os apagões da oposição

Imagem
Por Victor Farinelli, na revista Fórum:
É impossível não se assombrar com os tiros no pé que a oposição brasileira dá. Desafiaram a Dilma no quesito que a transformou em figura importante do Governo Lula, um tema que ela domina. Levaram uma resposta duríssima, e não só verbalmente, já que as medidas anunciadas pela presidenta ontem marcarão muito mais a vida dos brasileiros do que mil artigos de jornal, ou reportagens televisivas enganosas, ou todos os blefes enraivecidos dos parlamentares da direita contra o governo atual.
Desde que FHC deixou o governo, com um Brasil em péssima situação social e econômica, a direita resolveu assumir como único problema daquele governo foi a crise energética de 2001/2002, conhecida como Crise do Apagão – e não porque queriam assumir isso, foi por falta de justificativa mesmo -, surgida quando os tecnocratas tucanos calcularam mal as reservas energéticas do país e colocaram a conta do erro em cima do contribuinte, em forma de impostos, cortes de ener…

Espiritualidad Caminante (Cristiana y Ecuménica)

Imagem
Entrevista a FRANCESC TORRALBA sobre la Inteligencia Espiritual


La felicidad duradera, a diferencia del bienestar material, es un estado interior, y sólo podemos experimentarlo a través del cultivo de la inteligencia espiritual.
Que no existe un único tipo de inteligencia lo sabemos desde hace mucho. Sabemos que hay personas con una gran habilidad lógico-matemática y una reducida inteligencia lingüística, y otras con una inteligencia espacial muy desarrollada y una notable falta de habilidad emocional. ¿Y la inteligencia espiritual? Es la que nos permite transcender, crear y, en última instancia, ser felices de una manera profunda y duradera.
Francesc Torralba nos lo explica.
¿Qué es la inteligencia espiritual? Francesc Torralba: Es una modalidad de inteligencia que también se denomina existencial o trascendente. Completa el mapa de las inteligencias múltiples que desarrolló, hace más de dos decenios, Howard Gardner. Nos referimos a una inteligencia que nos faculta para preguntar por …

Como criar filhos autoconfiantes - Dica 1

Dica 1 - Quebre as regras autoimpostas
Nossa vida é governada por regras, que estão aí para nossa própria segurança. No entanto, as regras que impomos para nós mesmos a respeito do que não podemos fazer, em geral, causam prejuízos e confusão. Ao desafiar as regras autoimpostas, você vai testar a credibilidade delas e, ao mesmo tempo, diminuir o poder que tem de sufocar e restringir. Quando a criança acredita que pode lidar com a ansiedade provocada pelo descumprimento das regras autoimpostas, ela está em posição mais adequada para tentar os novos desafios da vida. Assim ela será menos suscetível aos impactos negativos da ansiedade e da depressão.

Como criar filhos autoconfiantes

Imagem
Partilho com vocês 40 dicas do livro "Como criar filhos autoconfiantes", de Anthony Guy, que me deu muitas luzes para percepção do comportamento humano. Li para aprender algo sobre a criação do meu filho, João Pedro. Só que mais do que "macetes", ao avançar na leitura do livro, percebi que havia conteúdos excelentes para serem assumidos na vida de qualquer pessoa.
Dica Introdutória À medida que for lendo as dicas deste livro e aplicando-as em exercícios práticos, mantenha em mente a questão da autoconfiança. Ao seguir gradualmente o ritmo da criança, você estará incentivando a autoconfiança dela. A autoconfiança é a chave para libertar a confiança da criança, para que ela encare novos desafios e experimente novas situações. Uma boa autoconfiança ajuda a criança a acreditar que ela pode conseguir, pode ser bem-sucedida.
As 40 dicas estão em pílulas textuais. 


Um dia na vida do Perfeito Idiota Brasileiro - Paulo Nogueira

Imagem
O texto abaixo é uma versão revisada, atualizada e abrasileirada do Manual do Perfeito Idiota Latino-americano, dos anos 1990.
PIB. Chamemos de PIB. O Perfeito Idiota Brasileiro.
Vamos descrever o dia do PIB. Vinte e quatro horas na vida de um PIB para que os pósteros, a posteridade, tenham uma idéia do Brasil de 2012.
Ele acorda às sete horas da manhã. Tem que preparar o próprio café da manhã. Já faz alguns anos que sua mulher parou de fazer isso para ele, e ficou caro demais para ele pagar uma empregada doméstica.
Ele lamenta isso. Era bom quando havia uma multidão de nordestinas sem instrução nenhuma que saíam de suas cidades por falta de perspectiva e iam dar no Sul, onde acabavam virando domésticas.
PIB dá um suspiro de saudade. Chegou a ter uma faxineira e uma cozinheira nos velhos e bons tempos. Num certo momento, PIB percebeu que as coisas começaram a ficar mais difíceis. Havia menos mulheres dispostas a trabalhar como domésticas, e os salários foram ficando absurdos.
Para p…

Fechando com o Milton Errado - Arthur Muhlenberg

Imagem
Depois de irresponsavelmente abrirem mão no sábado do mais bem pago jogador de cascudinho do mundo, que partiu pra Rússia tisti e chatiadu na companhia do injustiçado Wellinton (que há anos é chamado pelos atacantes adversários pelo apelido de Mãe e pelos torcedores do Flamengo de Filho da Mãe), os carecas de colarinho branco que tomaram a Gávea de caneta na mão perpetraram mais duas maldades nessa terça.
A primeira: chamaram na chincha o veloz Ibson, a quem o clube deve uma bufunfa responsa e o avisaram que a casa caiu. Ibson ficou sabendo que seu modesto salário de 300 paus por mês e mais um qualquer de direito de imagem está totalmente fora da nova ordem mundial da Gávea e precisa ser urgentemente renegociado. Se não quiser renegociar, um abraço, volte sempre, mas ligue antes pra ver se tem alguém em casa.
Parece que eles não perceberam que o Flamengo não quebra, porque nós somos os maiores e temos a camisa mais bonita. Sem o Flamengo não tem futebol no Brasil, o país tem obrigação…

O que é Crítica - Carlos Klimick

Imagem
É comum termos uma visão negativa do termo “fulano só sabe criticar, por isso surgiu a expressão “crítica construtiva”, mas criticar não é o mesmo que falar mal. Vamos primeiro à definição do termo:
Crítica - a palavra crítica (do grego crinein) significa separar, julgar. A crítica é uma avaliação que julga o mérito estético de uma obra de arte, a lógica de um raciocínio, a moralidade de uma conduta etc.
O trabalho de um crítico é trazer uma avaliação a partir de seus conhecimentos de uma determinada obra ou teoria. Isso permite que pessoas com menos tempo ou conhecimentos, avaliem se querem ou não ler o livro, ver o filme, assistir a peça ou palestra, ouvir o podcast, por aí vai.
Normalmente, mesmo que seja muito respeitado, o crítico não pode apresentar uma avaliação puramente subjetiva, mas deve embasar sua opinião com determinados aspectos objetivos. Isso é importante, porque alguns críticos de renome podem levantar ou arruinar carreiras artísticas com suas avaliações, e devem usar…

Homilia de Bento XVI: Festa do Batismo do Senhor - 13/01/2013

Imagem
Homilia de Bento XVI: Festa do Batismo do Senhor - 13/01/2013 Boletim da Santa Sé
(Tradução: Jéssica Marçal, equipe CN Notícias)
HOMILIA Festa do Batismo do Senhor
Capela Sistina
Domingo, 13 de janeiro de 2013

Queridos irmãos e irmãs,

A alegria surgida na celebração do Santo Natal encontra hoje cumprimento na festa do Batismo do Senhor. A esta alegria vem acrescentado um outro motivo para nós que estamos aqui reunidos: no sacramento do Batismo que daqui a pouco administrarei a estes bebês se manifesta de fato a presença viva e operante do Espírito Santo que, enriquecendo a Igreja com novos filhos, a vivifica e a faz crescer, e com isso não podemos não nos alegrar. Desejo dirigir uma especial saudação a vós, queridos pais, padrinhos e madrinhas, que hoje testemunham a vossa fé solicitando o Batismo para estas crianças, para que sejam geradas à vida nova em Cristo e comecem a fazer parte da comunidade dos crentes. 

A história evangélica do batismo de Jesus, que hoje ouvimos segundo a narração …

Os limites do humor (O riso dos outros - documentário)

Imagem

Jesus: homem e não super-homem

“É através de uma vida muito simples que Jesus irradiava o amor de Deus. Ele não era um super-homem acima de nós, era, ao contrário, muito mais humano do que nós”, escreve Alois, prior de Taizé, em meditação conclusiva ao encontro europeu de oração ocorrido em Roma, no final de dezembro. O texto foi reproduzido pelo blog Sperare per tutti, de Christian Albini, 02-01-2013. A tradução é de Benno Dischinger.
Eis o texto.
Talvez possamos todos ter a forte impressão que, na vida de todos os dias, sejamos abandonados a nós mesmos. Deus pode parecer muito distante.
Para alguns, encontrar uma orientação de vida é pouco evidente. Hoje é difícil prever o futuro, mesmo o futuro mais próximo. Muitos estudam ou adquirem uma formação sem ter nenhuma ideia de que êxito isso terá. Como, então, construir um projeto de vida? 
Sim, nós não temos soluções fáceis a oferecer. Mas nós, os irmãos de nossa comunidade de Taizé, havemos de querer que todos nós pudéssemos retornar de Roma com uma força interior q…

Ter fé, mas sem religião, eleva risco de transtornos

A experiência espiritual é "misteriosa", nos transborda e provavelmente é a força mais potente da humanidade. As Religiões podem ser consideradas esforços coletivos de compreensão do Sagrado, ainda que não haja nenhuma capaz de comunicá-lO inteiramente. Quando abrimos mão da Religião - mas não da Fé - pode ser que haja uma busca legítima. Mas será solitária.  ------
Matéria da Folha de São Paulo
Problemas vão de uso de drogas a neuroses
Pessoas espiritualizadas, mas que não seguem uma religião formal, são mais propensas a sofrerem de transtornos mentais do que ateus e religiosos "tradicionais".
O trabalho, feito pelo University College London e publicado no "British Journal of Psychiatry", entrevistou 7.400 pessoas na Inglaterra, das quais 35% seguiam uma religião, 19% eram espiritualizadas e 46% não eram uma coisa nem outra.
Os espiritualizados não religiosos tiveram um risco 77% maior de abusar de drogas. Eles também foram muito mais propensos a sofrer d…

A educação tem sotaque - Eliane Brum

Ao completar 10 anos, a Olimpíada de Língua Portuguesa mostra que a escola exerce seu papel quando acolhe a diversidade – não só de experiências, mas também da linguagem na qual a vida se expressa
“Ê, Ê, Ê... Morena/ Ô, Ô, Ô... Machada/ Ê, Ê, Ê... Graúno/ Ô, Ô, Ô... Pelada. O vaqueiro solta a voz/ No oco do mundo,/ Com seu aboio triste,/ Em poucos segundos,/ Encanta gente e gado./ Eita aboio profundo!”
O trecho acima é palavra escrita de um menino chamado Henrique Douglas de Oliveira, de 12 anos. Filho de vaqueiro, ele transcendeu – virou a vida do pai em poesia. Ao fazê-lo, tornou-se um dos 20 vencedores da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. 
Eu só tinha passado pela terra do Henrique, José da Penha, no Rio Grande do Norte, quando acompanhei Gretchen, a rainha do rebolado, em sua peregrinação por circos mambembes do interior nordestino, para fazer um documentário. Gretchen aparece numa cena do filme, falando com a dona do circo, pelo telefone, com o Brasil diante del…

Aumenta a “cristofobia” no mundo

A cada cinco minutos um cristão morreu em 2012 por causa da sua fé. A conta é do Observatório da Liberdade Religiosa da Itália, coordenado pelo sociólogo Massimo Introvigne. No ano, 105 mil pessoas morreram por causa da sua fé.
A informação é publicada pela Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC), 10-01-2013.
Segundo a organização Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 350 milhões de cristãos no mundo sofrem algum tipo de perseguição ou discriminação. Em 133 dos 196 países analisados pela organização, o direito à liberdade religiosa piorou em 2011 e 2012.
Três são as zonas de risco para os cristãos, de acordo com o Observatório italiano: países onde predomina o fundamentalismo islâmico, como a Nigéria, a Somália, o Mali e o Paquistão; países sob o domínio do comunismo, como a Coréia do Norte e a China, e onde predominam nacionalismos étnicos, como é o caso do Estado de Orissa, na Índia.
O professor Rupert Shortt, da Universidade de Oxford, teme que o cristianismo possa est…

Palavras Vulcânicas 41

“Satisfação permanente, renovação constante. Não existe essa história de que em time que está ganhando não se mexe”. 
Fausto Silva

A contribuição da Teologia da Libertação. Entrevista com o sociólogo marxista Michael Löwy

Michael Löwy é um sociólogo marxista brasileiro, radicado na França, onde é diretor de pesquisas emérito em ciências sociais do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS). Ele é um dos pesquisadores que vem buscando compreender o movimento da Teologia da Libertação. Sentindo-se impactado pelo que vinha acontecendo com a Igreja brasileira no final dos anos 1970 e, sobretudo, pela participação massiva de cristãos na Revolução Sandinista de 1979, ele começou a escrever sobre marxismo e Teologia da Libertação a partir dos anos 80. Com o material reunido ao longo dos anos, tal como entrevistas e documentos, Löwy escreve o livro Guerra dos deuses – religião e política na América Latina, com a primeira edição em inglês, no ano de 1996, e publicado no Brasil em 2000 pela Editora Vozes. 
O livro analisa o campo de forças político-religioso na América Latina desde o final dos anos 50 e foi o ganhador do prêmio Sérgio Buarque de Holanda, na categoria ensaio social. Seguindo a coerência de sua…

13 dicas colocar a CF 2013 em ação - Rogério Oliveira

Imagem
Se você é um coordenador, assessor ou liderança de grupo ou está ligado pastoralmente à articulação juvenil, não tem como desconhecer que o ano de 2013 tem como marca um olhar da Igreja para a juventude. Sim, certamente teremos aqueles que farão um ano somente para cumprir protocolos e obrigações. Mas, pessoalmente, considero esta uma oportunidade fantástica para colocarmos a mão na massa e nos organizarmos mais para a missão pastoral.
Certamente, entre muitos de nós, há aqueles que, com tantas possibilidades, não sabem por onde começar. E, claro, não há uma dica prática que sirva para todos. Pensando nisso, diante do pouco tempo que temos para o início da Campanha da Fraternidade, lanço 13 dicas para botar a CF 2013 em ação. Alguma delas talvez sirva para você. Adapte se for o caso. Sinta-se livre para criar também, caso alguma lhe dê inspiração. Vamos a elas.
1- Capacitar os coordenadores, assessores e lideranças Formações, cursos, palestras, vivências são semeaduras contínuas, urge…

Entrevista de Manfredo Oliveira, o papel da Filosofia (1997)

Imagem
Jornal O POVO, 22/11/1997 Autor: Débora Cronemberger
É um contrasenso, mas a filosofia está passando por uma grande crise de influência justamente em uma época em que nunca houve tanta publicação filosófica, tanto congresso, tanta reunião. O padre Manfredo Oliveira, filósofo que virou referência cearense, respeitado no Brasil e no exterior, afirma que a área a qual sempre se dedicou talvez tenha uma certa culpa nesse processo de enfraquecimento. "Certas tendências da filosofia contemporânea se recusam a dar uma palavra a respeito do sentido das construções humanas no mundo, como sendo isso fora da racionalidade", analisa.
Manfredo diz que o Brasil está numa situação relativamente boa em relação à filosofia. Involuntariamente, a ditadura militar forçou uma especialização nos filósofos brasileiros - forçados, na época, a deixar o país. O problema, diz ele, é o descaso com que os filósofos se tratam no Brasil. "Eles não discutem entre si, não se lêem mutuamente", afirm…